Andréa Fernandes, diretora de Operações Corporativa na CerradinhoPar, será debatedora no VII Cana Substantivo Feminino

Andréa Fernandes, diretora de Operações Corporativa na CerradinhoPar, será debatedora no VII Cana Substantivo Feminino

O VII Cana Substantivo Feminino acontece em 22 de março de 2018, em Ribeirão Preto, inscrições antecipadas grátis

A Cerradinho Bioenergia, localizada em Chapadão do Céu, GO, vem crescendo continuamente. Na safra 2016/17, moeu 5,061 milhões de toneladas,fato que a posicionou como a maior unidade industrial em moagem individual do estado de Goiás.Neste ciclo, a produção foi de 5,4 milhões de toneladas e a previsão é que deve chegar a 6,5 milhões nos próximos três anos. A CerradinhoBio não apresenta apenas volume de produção, mas alta produtividade, com média de 104 toneladas de cana por hectare,
Em 2017, inaugurou a ampliação da cogeração de energia – tornando-se a maior termelétrica de energia a biomassa do Brasil, com capacidade de exportação de energia de 850 GWh/ano e potência instalada de 160 MW.E, neste mês, anunciou seu projeto de etanol de milho, queconsolidará a CerradinhoBio como o maior complexo produtor de bioenergia da América Latina

Entre seus gestores está Andréa Sanches Fernandes, graduada em Engenharia Química pela Universidade Mackenzie-SP, possui MBA em Gestão Empresarial pela Dom Cabral. Atua no setor sucroenergético há 28 anos, onde comandou como diretora industrial três unidades sucroenergéticas. Na CerradinhoBio assumiu a Diretoria de Operações no período de 2010 a 2013.

Foi Diretora Industrial da Casa Doce, empresa fabricante de refresco em pó e derivados de açúcar durante 12 anos.Atualmente é Diretora de Operações Corporativa na CerradinhoPar e membro do Conselho de Administração da CerradinhoPar, CerradinhoBio e da Viiv Empreendimentos Imobiliários.Na CerradinhoBio atua nos Comitês de Auditoria e Risco e de Remuneração e Pessoas.É ainda é presidente do Conselho de Família da Família Sanches Fernandes.

Andréa será debatedora no VII Encontro Cana Substantivo Feminino, no painel:
As mulheres participam do negócio
Ações e projetos que estimulam e qualificam herdeiras a integrarem ou até assumirem a gestão do negócio. E a experiência de quem já vive essa realidade

Debatedoras:
Aline Silva - Gerente de Projetos Cana-de-Açúcar da Solidaridad – Confirmada;
Ana Paula Malvestio - Sócia e Líder de Diversidade na PwC; Confirmada;
Andréa Sanches Fernandes, diretora de operações corporativa na Cerradinho Par e membro do Conselho de Administração da Cerradinho Par, Cerradinho Bio e da Viiv Empreendimentos Imobiliários, SP;
Cristiane Regina de Simone - Gerente de Projetos e Sustentabilidade da Associação dos Plantadores de Cana de Guariba, Socicana; Confirmada;
Tuca Dias – Produtora de café de qualidade e cana-de-açúcar, Fazenda Santa Alina, São Sebastião da Grama, SP; Confirmada;
Maria Christina Pacheco - Produtora rural, presidente da Associação do Fornecedores de Cana de Capivari, Assocap, diretora da Orplana e do Consecana;Confirmada
Sarita Junqueira Rodas - a primeira mulher eleita para o Conselho Deliberativo do Fundecitrus e presidente do Conselho do Grupo Junqueira Rodas;Confirmada

O VII Cana Substantivo Feminino acontece em 22 de março de 2018, em Ribeirão Preto, inscrições antecipadas grátis pelo site: www.canasubstantivofeminino.com.br

 

Fonte: CanaOnline

  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • CAPTCHA Image
    Refresh Image