Luzes certas para cabelos escuros

Luzes certas para cabelos escuros
Reflexos podem ser feitos mesmo nos cabelos escuros. Veja como não errar na hora de escolher o melhor tom e obter um efeito iluminado

Quem pensa que só as loiras têm direito a reflexos está muito enganada. Esse tipo de procedimento em cabelos escuros traz luz aos fios, é só balançar a cabeleira que vem aquele efeito de cabelo saudável e bonito. Mas, cuidado, um tom só abaixo do original é o suficiente para quebrar a monotonia.

Reflexos em cabelos escuros devem funcionar como o tempero na comida: na medida certa, transformam os fios, trazem volume e mesmo o mais simples dos cortes é valorizado por eles.

Como escolher o tom do reflexo para iluminar os cabelos escuros?


A cor da pele está diretamente ligada ao tom que deve ser feito o reflexo. “Quem tem uma pele mais fria, branquinha, deve escolher um reflexo que aqueça, mais para o dourado. Já quem tem a pele mais amarelada, fica melhor com um platinado, que ressalta o rosado do rosto”, explica Walter Leal, cabeleireiro do Studio W Iguatemi, em São Paulo. Além disso, é melhor clarear só até dois tons abaixo da cor natural. Ou seja, se o cabelo é castanho escuro, os reflexos devem ser castanhos médios, se os cabelos já são castanho médio, opte por reflexos claros.

Reflexos em todo o comprimento ou apenas nas pontas? Degradês, californianas, o que decidir?


Os reflexos podem ser feitos em toda a cabeça ou podem ser parciais, apenas em determinadas regiões, como as pontas ou as laterais. A espessura também pode variar, bem como a maneira como é finalizado na raiz, bem marcado ou esfumado. Hoje estão na moda aqueles com efeitos naturais, com uma transição quase imperceptível entre a área com reflexo e a cor original do cabelo.

O reflexo com efeito degradê é chamado de ombré, ele suaviza a raiz preta e evita contraste muito grande ao longo do fio. Já as mechas californianas são mais fortes nas pontas, lembrando os fios queimados pelo sol. Geralmente combinam com quem tem corte repicado, porque assim o efeito fica mais natural.

O corte tem a ver com o reflexo?


Qualquer cabelo se beneficia do efeito iluminador do reflexo, mas a verdade é que o procedimento acaba colocando cortes em camadas em maior evidência.

De quanto em quanto tempo é preciso repetir o procedimento?


Se você mantiver a raiz dos cabelos naturais, ou seja, fizer um reflexo esfumado em direção à raiz, com o efeito quase imperceptível na região, os retoques poderão ser feitos a cada quatro ou seis meses. Um reflexo marcado até a raiz requer um retoque de dois em dois meses.

O reflexo danifica os cabelos?


“O procedimento desestrutura os fios, por isso é importante optar por um tratamento de reconstrução, mais do que de hidratação”, orienta Walter Leal. Procure fazer uma manutenção semanal do tratamento em casa. E, é claro, escolha xampu e condicionador indicados para cabelos com reflexo.

Três conselhos essenciais para quem decidiu fazer reflexo

As mechas devem ser fininhas e com pouco volume, para se misturarem ao corpo total dos cabelos.
Se deixar os reflexos agindo por muito tempo, seus cabelos ficarão avermelhados, o cabeleireiro deve ficar atento para que isso aconteça apenas quando realmente você quiser obter esse efeito.
Quem tem cabelo escuro não deve retocar os reflexos com muita frequência, como no caso das loiras, senão perderão a cor natural de seu cabelo.

 


Por Patrícia Broggi

Fonte: Portal IG

  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • CAPTCHA Image
    Refresh Image