Agricultores desistem de beterraba e produção de açúcar na UE pode cair ainda maisvoltar

Publicado em : 28/11/2018
Agricultores desistem de beterraba e produção de açúcar na UE pode cair ainda mais
Plantação de beterraba na França 17/9/2018 REUTERS/Pascal Rossignol

A produção de açúcar na União Europeia (UE) pode cair drasticamente em 2019/20, com a redução do plantio de beterraba e mudança para outras culturas em meio a preços baixos, disseram integrantes do setor nesta terça-feira.
Os produtores europeus não estão plantando uma área extra de beterraba e alguns estão se voltando para outras culturas que oferecem melhores retornos, disse Martin Todd, diretor da LMC International, durante o seminário anual da Organização Internacional do Açúcar (OIA), em Londres.

“Os produtores estão descobrindo que a beterraba não é mais a cultura atraente que sempre foi”, disse Todd aos participantes.

A OIA previu que a UE produzirá 17,9 milhões de toneladas de açúcar na safra 2018/19, contra 19,7 milhões na temporada anterior. O órgão intergovernamental ainda não emitiu uma previsão para 2019/20.

Historicamente, os agricultores normalmente plantavam uma área extra para garantir que pudessem cumprir seus contratos com processadores se as condições do tempo danificassem a safra.

A União Europeia aboliu cotas de produção em outubro de 2017, permitindo que os produtores cultivassem a quantidade de beterraba que desejassem pela primeira vez desde 2006, o que levou a um aumento na produção.

O bloco esperava que a liberalização do mercado ajudasse a UE a recuperar sua posição como exportador líquido para o mercado mundial.

No entanto, um excesso global empurrou os preços mundiais do açúcar para o seu nível mais baixo em mais de uma década neste ano, colocando o setor europeu em crise.


Fonte: Reuters
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •