ANP: Consumo de combustíveis cai em março, mas sobe no 1º trimestre
10-05-2019

O consumo de combustíveis no Brasil caiu 4% em março, na comparação com igual mês de 2018, para 11,254 bilhões de litros. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), contudo, o mercado fechou o primeiro trimestre com alta de 1,7%.

O levantamento do órgão regulador mostra uma queda praticamente generalizada nas vendas durante o mês de março, com exceção dos mercados de etanol e querosene de aviação (QAV).

Tradicionalmente vinculadas ao desempenho da indústria e agronegócio, as vendas de diesel recuaram 5,6% em março, para 4,554 bilhões de litros, mas acumulam um crescimento de 1,9% no ano.

O consumo de gasolina intensificou sua trajetória de queda. Em março, houve uma queda de 14,1% no volume vendido, para 3,112 bilhões de litros, enquanto no primeiro trimestre o recuo foi de 9,4%.

O comportamento do mercado de gasolina tem sido impactado pelo aumento dos preços do combustível. Os números da ANP mostram que a gasolina tem sido deslocada pelo etanol hidratado, cujo consumo avançou 27,4% em março e 33,7% no primeiro trimestre.

Historicamente associado ao comportamento econômico das famílias, o mercado do Ciclo Otto (veículos que operam com gasolina e/ou etanol), no entanto, está estável no ano, em gasolina equivalente.

Também vinculadas à renda familiar, as vendas de gás liquefeito de petróleo (GLP), por sua vez, caíram 3,9% em março e 1,8% no primeiro trimestre. Já o consumo de óleo combustível recuou 16,8% no mês retrasado e fechou os três primeiros meses do ano com queda de 17,4%.

No mercado de aviação, houve um aumento de 3,6% em março e de 4,2% no trimestre, no consumo de querosene de aviação (QAV). A gasolina de aviação, por sua vez, recuou 23% no mês retrasado e 9% no acumulado do ano.


Fonte: Valor Econômico
Texto extraído do boletim SCA