Biosev e AAPA iniciam projeto para salvar a Lagoa Feiavoltar

Publicado em : 06/11/2017
Biosev e AAPA iniciam projeto para salvar a Lagoa Feia

Sem fins lucrativos, iniciativa garante uso das águas do Rio São Francisco para a preservação da Lagoa Feia, em Minas Gerais.

A Lagoa Feia, localizada no município de Lagoa da Prata (MG), é um dos principais lagos marginais do rio São Francisco e atualmente sofre com a pior seca de sua história. Considerada de grande porte, ela tem inegável importância para o ecossistema local, com rica e variada fauna aquática. Atualmente, porém, está medindo apenas 1,15 metro de profundidade em seu ponto mais alagado, quando deveria apresentar, em situações normais, até 3 metros de profundidade.

Pensando justamente em mitigar o problema e garantir a preservação da lagoa, a Biosev estabeleceu parceria com a AAPA (Associação Ambientalista dos Pescadores Amadores do Alto São Francisco) para a realização de uma intervenção: desde o último dia 18 de outubro, um equipamento fornecido e instalado pela Biosev está realizando o bombeamento de água do Rio São Francisco diretamente para a Lagoa Feia. É a engenhosidade do ser humano colocada à serviço da natureza, já que o volume retirado é baixo e inofensivo para a vazão do “velho Chico”, mas suficiente para salvar a lagoa.

Projeto não possui fins econômicos

O fato de não possuir fins econômicos e ter forte preocupação com a manutenção socioambiental da região fez com que o projeto obtivesse aprovação expressa por parte do IBAMA.

O técnico ambiental Carlos Frederico Muchon, que presta assessoria à AAPA (Associação Ambientalista dos Pescadores Amadores do Alto São Francisco), explica que os técnicos do IBAMA (LINK http://www.ibama.gov.br/ ) ficaram sensibilizados com a ação e liberaram formalmente o bombeamento. “Quando há fins econômicos, a captação de água no rio São Francisco requer outorga da ANA (Agência Nacional das Águas), mas explicamos que o interesse não é encher a lagoa, mas apenas fornecer oxigênio para a população de peixes que está nela, impedindo que a lagoa morra. Fomos atendidos”, relata Muchon.

Biosev abraçou prontamente o projeto

Com sólidas ações socioambientais nas regiões em que atua e pensando na importância da preservação da fauna e da flora locais a Biosev aderiu ao projeto. “Nossa preocupação foi com a questão da sustentabilidade e do meio ambiente. Essa ação visa garantir a manutenção da lagoa, que tem uma fauna estabelecida e é um cartão postal da cidade ”, afirmou Rafael Silveira, gerente agrícola da empresa.

A Biosev foi a responsável por instalar o equipamento que vai bombear em torno de 250 metros cúbicos de água por hora. A ação representará em torno de 6 milhões de litros de água diários sendo enviados para a Lagoa Feia. Todo o custo do projeto, seu funcionamento e a manutenção do equipamento ficará por conta da Biosev.

A companhia já tem forte lastro no que diz respeito aos aspectos ambientais. “Sempre nos preocupamos com a preservação de matas ciliares, com o sistema de conservação dos solos nas margens para evitar erosão e o assoreamento do rio”, afirma Silveira. “Nossa intenção é sermos sempre parceiros em iniciativas como esta”, ressaltou.

Acompanhe a repercussão dessa história na mídia:

MGTV e Jornal Cidade


Fonte: Biosev
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •