Biosev: investimento no 2º trimestre cresce 8%voltar

Publicado em : 11/11/2015
Biosev: investimento no 2º trimestre cresce 8%

A Biosev, braço sucroenergético da Louis Dreyfus Commodities, reportou investimentos de R$ 220 milhões no segundo trimestre do ano-safra 2015/16 (julho, agosto e setembro), montante 8,2% maior na comparação com igual período do ano passado. "Esse aumento é decorrente principalmente do aumento dos custos de insumos utilizados no plantio e nos tratos culturais, indexados ao dólar", destaca a empresa no relatório de demonstrações financeiras.
Com relação ao endividamento, a Biosev informou que a dívida líquida ajustada totalizava R$ 5,7 bilhões ao final do segundo trimestre da safra, um aumento de 20,5% no decorrer da temporada. "Essa variação é decorrente principalmente do impacto da variação cambial sobre a parcela do endividamento em dólares. Esses efeitos foram parcialmente compensados pelo aumento dos estoques de alta liquidez (açúcar e etanol)." Do total do endividamento, 80,6% estavam denominados em dólar e 19,4%, em real. Ao final do primeiro semestre da safra, a dívida líquida ajustada representava 4,2 vezes o Ebitda ajustado.
Futuro
A Biosev manteve seu guidance de produção para a safra 2015/16, que se encerra em 31 de março do ano que vem. A companhia espera processar entre 29 milhões e 32 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, com nível de sacarose (ATR) de 129 kg a 133 kg por tonelada.
Estoques de açúcar da Biosev em setembro atingiram 419 mil toneladas
A Biosev, braço sucroenergético da Louis Dreyfus Commodities, reportou estoques de 419 mil toneladas de açúcar em 30 de setembro, término do segundo trimestre do ano-safra 2015/16. O volume ficou estável na comparação com igual intervalo do ano passado. Já em relação às reservas de etanol, estas caíram 28,9%, para 354 milhões de litros.
A companhia informou ainda já ter realizado o hedge de 1,59 milhão de toneladas de açúcar da safra 2015/16, a um preço médio de 14,60 centavos de dólar por libra-peso. O volume representa aproximadamente 95% da exposição da companhia. Entre outras informações, a empresa informou também que a mecanização da colheita atingiu 97,3% no segundo trimestre do ano-safra 2015/16, superando em 1,5 ponto porcentual os 95,8% alcançados em igual intervalo do ano passado. "A Biosev perseguirá o atingimento de 100% de piloto automático na colheita mecanizada até o final da safra 2016/17.
Já contamos com a totalidade do canavial georreferenciado, o que assegura as condições necessárias para a automatização do plantio e da colheita", destaca a companhia no relatório de demonstrações financeiras.

 


Fonte: Estadão Conteúdo
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •