Feplana debate pautas do setor da cana no evento da Datagro/Santander

Feplana debate pautas do setor da cana no evento da Datagro/Santander

Taxação do etanol dos EUA, revisão do Consecana e securitização de dívida foram debatidas por Alexandre Lima na abertura da nova safra de cana no Brasil

Nesta quarta-feira (13), líderes do setor sucroenergético estão reunidos no interior paulista em um evento da Datagro e Santander onde marca a abertura da safra canavieira 2019-2020 do país. Debatem a importância econômica do mercado de biocombustíveis e perspectivas. A Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana) foi convidada e é uma das entidades que acaba de palestrar para o público presente no encontro.

Alexandre Andrade Lima, presidente da Feplana, órgão que representa 70 mil fornecedores brasileiros de cana de açúcar, abordou sobre alguns dos vários desafios a serem superados em curto e médio prazo do setor sucroenergético. E ainda expôs sobre o futuro desta cadeia produtiva a partir da perspectiva do setor canavieiro, atrelado as demandas diante da urgência da implantação do Programa Nacional de Biocombustíveis.

“Consecana, por exemplo, precisa passar por uma revisão onde garanta a justa remuneração da cana fornecida às usinas de modo a efetivar um pagamento adequado e atrelado a todos produtos produzidos da cana, a exemplo da energia e mais questões”, disse Andrade Lima no evento. O dirigente também defendeu a securitização das dívidas rurais para os produtores de cana diante da situação no campo, onde os custos de produção estão ficando maiores que a remuneração.

Para Lima, industriais e produtores de cana ainda precisam unir forças para garantirem a manutenção da taxação do etanol de milho subsidiado dos EUA. Não tem sido cobrada a taxa de 20% de todo este combustível quando entra no Brasil. Isso tem gerado uma concorrência desleal para os produtores brasileiros, inclusive porque o milho dos EUA é subsidiado pelo governo daquele país, enquanto não acontece o mesmo no Brasil. O assunto entrará em pauta no próximo dia 3 durante a 1º reunião da Câmara Setorial da Cana, do Ministério de Agricultura, que é presidida por Lima.

 


Fonte: ALEXANDRE ANDRADE LIMA, PRES FEPLANA