Franca, SP, encerra janeiro com etanol mais barato do Estado, segundo ANP

Franca, SP, encerra janeiro com etanol mais barato do Estado, segundo ANP

O preço médio do etanol nos postos de Franca (SP) ficou no patamar mais barato do Estado no balanço de janeiro, apontam dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O litro do combustível ficou em R$ 2,34, 20,9% a menos na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 2,96, entre as mais caras do Estado.

O levantamento considerou os preços praticados em 110 estabelecimentos de Franca, onde a variação dos valores ficou entre R$ 2,22 e R$ 2,75.

Para o diretor do Sindicato Brasileiro de Distribuidoras de Combustíveis, Flávio Navarro, a baixa no combustível em Franca é atípica e resulta de um cenário marcado pela concorrência entre os postos.

A média registrada em Franca fica abaixo da de municípios como Ribeirão Preto (SP), com o litro a R$ 2,65 em janeiro.

"Estão vendendo o preço da bomba o que eles pagam das distribuidoras ligadas ao sindicato. A gente não sabe até quando isso durar, é uma guerra, uma disputa de preços, onde duas redes grandes com bom potencial financeiro em Franca dominam o mercado, mas também há empresários menores, que têm um ou dois postos de gasolina e que dependem daquilo como alimento da família", explica.

Etanol na entressafra
Em todo o Estado, o preço do etanol caiu nas bombas na ordem de 7,7% em janeiro, segundo a ANP, contrariando a tendência de alta geralmente esperada para o período da entressafra - época em que as usinas interrompem a produção.

O preço menor resulta de fatores como a baixa na gasolina, influenciada pela redução na cotação do petróleo no exterior, além de um estoque em alta resultante de um foco maior na produção do combustível em detrimento do açúcar, com valor de venda menos interessante no mercado internacional.

"Nós estamos em plena entressafra, essa situação que está acontecendo no estado paulista, é uma situação que eu não vivi, já tem 20 anos no ramo do combustível, e eu não vivi essa situação dos preços tão baixos como aconteceu nessa entressafra", afirma Navarro.

A expectativa, no entanto, é de que os preços voltem a subir na próxima semana com a baixa nos estoques, segundo ele.

"Nos últimos dois dias tivemos um impacto do preço do álcool de R$0,20, são 10% do valor do produto em que a distribuidoras começaram a experimentar esse valor. Teremos que repassar esse valor aos postos de gasolina a partir de segunda feira."


Fonte: Portal G1