Gestão sustentável de produtores de cana do estado de São Paulo superou as expectativas de comitiva internacional
28-01-2019

Gestão sustentável de produtores de cana do estado de São Paulo superou as expectativas de comitiva internacional
Gestão sustentável de produtores de cana do estado de São Paulo superou as expectativas de comitiva internacional

A visita foi uma ótima oportunidade para dar visibilidade aos produtores e desmistificar a produção de cana

Os representantes daWorld WildlifeFund, WWF United States (WWF-US), WWF-Brasil, da BioplasticFeedstock Alliance, Procter&Gamble, The Lego Group, Unilever e da RoundtableonSustainableBiomaterials (RSB), que visitaram, no final do último mês de setembro, produtores de cana no interior paulista, declararam que a expectativafoi superada.

“Eu não imaginava que a preocupação com a sustentabilidade na produção agrícola brasileira fosse tão grande. A experiência que tivemos foi muito boa e superou minha expectativa. Foi uma visita muito produtiva”, avaliou a gerente da The Lego Group, Maria Peterson, uma das integrantes da BioplasticFeedstock Alliance (BFA) que atua como um fórum pré-competitivo e multilateral focado em aumentar a conscientização sobre o desempenho ambiental e social de fontes potenciais de matérias-primas para plásticos de base biológica. Osmembros do BFA são: The Coca-Cola Company, Danone, Ford Motor Company, Nestlé, P & G, Unilever, The Lego Group, McDonald's Corporation e Target Corporation.

Annie Weisbrod, cientista de sustentabilidade da Procter&Gamble (P&G) declarou que a visita foi muito produtiva. Ela fez inúmeros questionamentos em todas as propriedades visitadas e disse que saiu satisfeita com o que viu. “Estou impressionada. Realmente o trabalho destes produtores me surpreendeu”, disse. Erin Simon, diretora de Pesquisa em Sustentabilidade da WWF, salientou não só o trabalho dos produtores, mas também a hospitalidade e boa vontade em explicar os detalhes dos processos que foram implementados e levaram à certificação. “Gostei muito da visita. Foi interessante e nos trouxe muito conhecimento”, resumiu Erin.

Laís Cunha, da WWF Brasil, chegou a ficar emocionada. A engenheira florestal não esperava ter a experiência que teve, com produtores preocupados não só com a subsistência econômica de suas propriedades, mas com a perpetuidade de suas terras. “Estou mesmo emocionada”, disse, após ouvir os projetos da produtora Paula Bellodi Santana, que, debaixo de um pé de macadâmia, contou para o grupo seus objetivos, que incluem um reflorestamento com um espaço destinado a um bem tão precioso: a água.

Celso Albano, gestor Executivo da Orplana - Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil, que acompanhou toda a visita, lembrou que o conceito de sustentabilidade é levado a sério pelos produtores regionais. “A vida da fazenda é mais longa do que a vida do fazendeiro”, pontuou em uma frase que vai ao encontro do que os produtores estão buscando, com atuação para garantir a longevidade do patrimônio de várias gerações.

Bruno Rangel, presidente da Socicana e tesoureiro da Orplana, reiterou que a Organização e a Associação não medem esforços para viabilizar certificações aos seus associados. “Foi um prazer poder mostrar ao grupo um trabalho que estamos desenvolvendo há bastante tempo e que tem obtido resultados satisfatórios. Nossos produtores se preocupam não só com a produção de qualidade, mas também com o atendimento à legislação e critérios de responsabilidade socioambiental. Daí,a importância do reconhecimento internacional”, comentou Bruno.

Áurea Nardini,gerente de Certificação da RSB, afirmou que a visita foi uma ótima oportunidade para dar visibilidade aos produtores e desmitificar a produção de cana-de-açúcar, mostrando que os produtores estão engajados com a produção sustentável. “A Socicana passou bem esse recado”, pontuou Áurea.

Veja matéria completa clicando no link: https://canaonline01.wixsite.com/especialcertificacao

Fonte: CanaOnline