Grupo de investidores oferece R$ 890 milhões por usina da família Bumlaivoltar

Publicado em : 01/11/2017
Grupo de investidores oferece R$ 890 milhões por usina da família Bumlai
Usina São Fernando teve falência decretada em junho (Foto: arquivo)

Proposta foi feita diretamente à Justiça em Dourados após fracassar tentativa de venda, em setembro deste ano

Helio de Freitas, de Dourados

Após fracassar, em setembro deste ano, a primeira tentativa de vender a São Fernando, um grupo de investidores apresentou proposta de R$ 890 milhões para comprar a usina, localizada em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A indústria pertencia aos filhos do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula e um dos condenados no âmbito da Operação Lava Jato.

O grupo é formado pelo economista Winston Fritsch, que integrou a equipe do Plano Real, Rodrigo Aguiar, que presidiu a Tonon Bioenergia e trabalhou em bancos, e Paulo Vasconcellos, também do mercado financeiro e fundador da Energias Renováveis do Brasil.

Ao jornal Valor Econômico, Rodrigo Aguiar revelou que há duas semanas, por meio do veículo de investimento Pedra Angular, o trio fez a proposta diretamente à 5ª Vara Cível de Dourados, onde tramita o processo de falência da indústria. Segundo ele, o valor seria pago em 20 anos, financiando "parte relevante" da aquisição com capital próprio dos investidores.

Se a proposta for aceita, Aguiar vai assumir a presidência da São Fernando, atualmente gerenciada pela administradora judicial VCP (Vinícius Coutinho Consultoria e Perícia), de Campo Grande.

O Valor informa que essa não é a primeira tentativa do grupo de sócios de adquirir uma usina em dificuldade. Em agosto, eles se habilitaram para participar do leilão da usina Revati, em Brejo Alegre (SP). Entretanto, a proposta não chegou a ser apresentada, já que o leilão foi suspenso após recurso do BNDES.

“Sempre acompanhamos a Usina São Fernando. Com a falência, vimos uma oportunidade", afirmou Aguiar. Segundo ele, a proposta prevê um montante que atenda a todos os credores, mesmo considerando a perda de valor dos pagamentos ao longo do tempo. Seriam pagos R$ 28 milhões anuais até o quinto ano e 15 parcelas de R$ 50 milhões do sexto ano em diante.

Potencial - Além do valor para a compra, a Pedra Angular calcula vai precisar de mais R$ 200 milhões para investir no plantio e em máquinas agrícolas. Conforme o Valor Econômico, atualmente a fazenda da São Fernando possui 1,3 milhão de toneladas de cana, além de contratos com fornecedores garantindo mais 700 mil toneladas.

Aguiar acredita que a usina possa gerar receita de R$ 250 milhões no primeiro ano e tenha potencial para faturar mais de R$ 500 milhões. O investidor disse ao jornal especializado em economia que o grupo espera uma definição rápida da Justiça, para haver tempo de preparar a usina para a próxima safra, que começa em abril.

Entretanto, o juiz Jonas Hass da Silva Junior, que decretou a falência da São Fernando em junho deste ano e conduz o processo desde o pedido de recuperação judicial, em 2013, pode convocar um novo leilão. Maior credor da usina, o BNDES defende uma segunda tentativa de leilão e se dispõe a financiar aportes de interessados, segundo o Valor Econômico.


Fonte: Campo Grande News
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •