Implementos aplicam nitrogênio enterrado ao lado da linha da cana e otimizam adubação de soqueiravoltar

Publicado em : 13/12/2018
Implementos aplicam nitrogênio enterrado ao lado da linha da cana e otimizam adubação de soqueira
É preciso cuidar bem das soqueiras para ter alta produtividade por muitos cortes

Equipamentos enterram adubo e possibilitam a utilização de insumo com base em ureia, que tem menor preço e é mais fácil de ser encontrado

Renato Anselmi

Um dos grandes desafios da adubação de soqueira da cana-de-açúcar é a utilização de fonte nitrogenada que proporcione uma boa relação custo-benefício. A forma de aplicação desse nutriente também deve ser considerada. Quando ocorre o uso de adubo sobre a palha, a fonte nitrogenada precisa ser obrigatoriamente nitrato de amônio, porque não apresenta problema de perdas por volatilização. O nitrato, no entanto, tem um preço mais elevado do que a ureia e, em diversas ocasiões, é mais difícil de ser encontrado – compara o engenheiro agrônomo Auro Pardinho, gerente de marketing da DMB Máquinas e Implementos Agrícolas.

A desvantagem do nitrogênio com base em ureia – fertilizante nitrogenado mais consumido no Brasil –, no caso de ser lançado sobre a palha, é a perda devido à volatilização. Para que a ureia seja bem aproveitada pela cana-de-açúcar, diversas estratégias, inclusive pesquisas e estudos acadêmicos, têm sido avaliadas para que não ocorra desperdício do produto. A prática que tem apresentado excelentes resultados é a incorporação dessa fonte nitrogenada ao solo para que seja protegida da degradação causada por diversos fatores, principalmente a volatilização.

Enterrar fertilizante depende, no entanto, de implementos eficazes, que cortam a palha e colocam o adubo em uma determinada profundidade. Com o objetivo de resolver esse problema, a DMB tem desenvolvido implementos que otimizam a adubação da soqueira, aplicando o insumo no lugar certo, na dosagem indicada. Os destaques, entre os equipamentos voltados para essa finalidade, são os adubadores de disco 1250 H e o 2300 A, que aplicam o fertilizante ao lado da cana exatamente onde cresce o sistema radicular – informa Auro Pardinho.

O adubador de discos 2300 A faz a aplicação de fertilizante em três linhas simultaneamente. O 1250 H distribui o adubo em duas linhas. Este implemento tem ainda a versão para adubação em profundidade das soqueiras da cana-de-açúcar em áreas com espaçamento combinado de 0,90 x 1,50 m.

Um lançamento recente dessa linha de equipamentos é o Distribuidor de Adubo e Calcário – apresentado oficialmente para o mercado na Agrishow 2018 –, que faz também a aplicação da fonte nitrogenada em profundidade. Possuindo duas caixas separadas para os insumos, esse implemento otimiza a distribuição de calcário, que é aplicado em superfície com uniformidade e eficiência. O equipamento conta com um dispositivo que aplica o calcário com total fluidez, possibilitando o máximo aproveitamento do produto. É importante frisar, que embora o adubo deva ser aplicado em profundidade para um melhor aproveitamento, no caso do calcário de alta reatividade (PRNT 180), a aplicação superficial sobre a palha, é o melhor caminho, para se aproveitar a ação do ácido fúlvico presente na palha da cana para “carregar” o cálcio e magnésio para a solução do solo, detalha Auro Pardinho.

Segundo ele, a DMB tem se empenhado para disponibilizar soluções que possibilitem a redução do desperdício na utilização de insumos nas lavouras de cana-de-açúcar. Adubo e calcário aplicados com eficiência, por exemplo, diminuem gastos com a compra desses produtos, melhoram a produtividade da cana em toneladas por hectare, aumentam a longevidade do canavial e reduzem o custo da produção agrícola.

“O fertilizante tem preço elevado. E, se for aplicado de qualquer jeito, haverá perda de dinheiro. Boa parte do adubo não está sendo aproveitada, porque é jogada em cima da palha. Há ainda o problema da utilização de equipamento não adequado que não aplica o produto de maneira eficiente”, comenta o gerente de marketing da DMB.

 

 

Veja grátis mais informações na CanaOnline, a maior plataforma digital de notíciasdo setor sucroenergético. Entre no site www.canaonline.com.br, siga-nos no Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter, GPlus. Baixe grátis o APP da CanaOnline e carregue as edições no celular.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •