O plantio de Muda Pré-Brotada (MPB) reduz o consumo de material de propagação de 12 a 14 toneladas de cana por hectare
05-08-2022

A redução do volume do material de propagação é um dos grandes benefícios do sistema de MPB, porém para Mauro, nem é o mais importante

A tecnologia de muda pré-brotada (MPB), lançada em 2012 pelo Centro de Cana do Instituto Agronômico (IAC), pertencente à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, tem revolucionado o plantio de cana-de-açúcar.

Entre os benefícios desse sistema, o pesquisador Mauro Alexandre Xavier, diretor do Centro de Cana do IAC, e considerado um dos “pais” dessa tecnologia, destaca a redução da massa necessária para realizar o plantio de cana.

“Por exemplo, com a adoção do sistema de MPB, em 1 hectare a redução do consumo de material de propagação fica em torno de 12 a 14 toneladas. Saímos de uma operação que consume 16 mil quilos para uma de 1500 quilos para plantar a mesma área”, declarou Mauro aos participantes de uma visita técnica promovida pela CanaOnline e Cana Substantivo Feminino ao Centro de Cana do IAC, em Ribeirão Preto, que reuniu produtoras e produtores de cana e representantes de unidades sucroenergéticas.

A redução do volume do material de propagação é um dos grandes benefícios do sistema de MPB, porém para Mauro, nem é o mais importante deles. Confira no vídeo o que o pesquisador destaca: