Previsão de geadas em Mato Grosso do Sul em junho
22-05-2020

Canaviais com ataque de geada representam riscos de perdas consideráveis. É aconselhável colher o mais rápido possível a cana que sofreu geada

A partir do monitoramento realizado pela Embrapa no período de dezembro de 2019 a maio de 2020, o Centro de Pesquisa volta a alertar que há alta probabilidade de ocorrer geada no mês de junho de 2020 nos municípios da região sul de Mato Grosso do Sul continua. Conforme a previsão indica, a probabilidade de ocorrer ao menos uma geada é de 96% e, além disso, a probabilidade de que esta seja forte também é alta, 74%.

Segundo dados do Guia Clima (clima.cpao.embrapa.br), sistema de monitoramento climático mantido pela Embrapa Agropecuária Oeste com o apoio de parceiros, numa onda de frio que atingiu o Estado no começo de maio, já tivemos temperatura de 5,8 ºC em Dourados, 6,6 ºC em Ivinhema e 2,9 ºC em Rio Brilhante. Houve relatos isolados de ocorrência de geadas na região, mas de baixo impacto para a agropecuária.

A geada é a formação de uma camada de cristais de gelo na superfície ou na folhagem exposta devido à queda da temperatura. Canaviais com ataque de geada representam riscos de perdas consideráveis, que precisam ser administradas devidamente para se minimizar os prejuízos.

A parte da planta mais suscetível é a superior. Devido à intensidade do frio, os danos caminham para a parte mediana e inferior do colmo, em função de ser a superfície do solo mais quente. O primeiro ponto de injúria situa-se aproximadamente a 2,5 cm da gema apical.

A morte da gema apical ocorre quando a temperatura atinge níveis entre -1ºC a -3,3ºC, enquanto as laterais morrem em torno de -6ºC, condições em que as temperaturas letais às folhas da cana-de-açúcar acham-se em torno de -2,5ºC a -5ºC.

Dependendo da intensidade da geada, pode ocorrer o apodrecimento das folhas centrais do “palmito”, fazendo com que este se destaque facilmente. Em consequência da morte da gema apical, ocorrem brotações das gemas laterais e a diminuição das características tecnológicas do colmo. É aconselhável colher o mais rápido possível a cana que sofreu geada.

Fonte CanaOnline com informações da Embrapa