Roberto Rodrigues, ex-Ministro da Agricultura, figura como um dos pioneiros na rotação de cana-de-açúcar com soja
18-01-2019

Roberto Rodrigues, ex-Ministro da Agricultura, figura como um dos pioneiros na rotação de cana-de-açúcar com soja
Roberto Rodrigues, ex-Ministro da Agricultura, figura como um dos pioneiros na rotação de cana-de-açúcar com soja

Com o cultivo da soja é possível liberar a área para a cana mais rapidamente. E a soja tem alta liquidez, fácil comercialização

Um dos pioneiros na rotação de cana-de-açúcar com soja no Brasil, ainda no final da década de 1970, foi o ex-ministro da agricultura Roberto Rodrigues em sua propriedade localizada no município paulista de Guariba. A Fazenda Santa Isabel possui tradição no cultivo da leguminosa e, nos dias de hoje, alcança uma produtividade média de 74,8 sacas por hectare nas áreas de reforma de canavial. Número considerado excelente.

De acordo com o atual gestor da fazenda, Paulo Araújo Rodrigues, filho de Roberto Rodrigues, essa alta produtividade se deve aos solos férteis encontrados na propriedade, a adoção da mais alta tecnologia nas máquinas e implementos e utilização de sementes de boa procedência, além de adubação e tratos culturais bem-feitos.

Quando questionado sobre os motivos de preferir a soja em detrimento do amendoim, Rodrigues explica que o amendoim é uma grande cultura, com benefícios agronômicos semelhantes aos da soja. “A vantagem é que, com a soja, conseguimos liberar a área para a cana mais rapidamente. Além disso, é uma cultura de alta liquidez, podendo ser vendida em qualquer lugar.”

Porém, independentemente do cultivo escolhido, o produtor é enfático ao defender a rotação de culturas. “Seja pequeno ou grande produtor, a rotação em 100% da área faz todo o sentido. Não apenas pela renda extra num momento de crise, mas pelos pontos de vista agronômicos e de aproveitamento de mão de obra e recursos.”

Veja grátis mais informações na CanaOnline, a maior plataforma digital de notíciasdo setor sucroenergético. Entre no site www.canaonline.com.br, siga-nos no Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter, GPlus. Baixe grátis o APP da CanaOnline e carregue as edições no celular.

Fonte: CanaOnline