Rumo atrai R$ 1,4 bi em demanda para 1ª emissão de debêntures ao mercado

Rumo atrai R$ 1,4 bi em demanda para 1ª emissão de debêntures ao mercado

 

Rumo, empresa de logística que tem a Cosan como seu maior acionista individual, atraiu demanda de R$ 1,4 bilhão para sua emissão de debêntures de infraestrutura de 10 anos. Com isso, captou o total possível, de R$ 600 milhões, acima do mínimo de R$ 500 milhões previsto. A taxa de remuneração paga aos investidores, diante da procura pelo papel, caiu de IPCA mais prêmio de 5,05% para IPCA acrescido de 4,5%. Por serem de infraestrutura, isentam o investidor de imposto de renda.

Estreia concorrida. Para a Rumo, foi uma operação emblemática, por se tratar da primeira de debêntures distribuídas amplamente no mercado. Antes, a companhia havia apenas captado com investidores qualificados. Com a queda na taxa básica de juros, gestores têm corrido para comprar debêntures e outros títulos de crédito privado, fazendo com que a demanda suba em praticamente todas as operações. Procurada, a Rumo informou que não pode se manifestar por estar em período de silêncio referente à própria emissão. (O Estado de São Paulo 12/03/2019)