A favor do produtor de cana e de projetos de ação social

A favor do produtor de cana e de projetos de ação social
Cristiane, há 14 anos “batalha” em prol do produtor de cana

Cristiane de Simone defende causas “nobres” no trabalho e no terceiro setor

A administradora de empresas Cristiane Regina de Simone “abraça” tudo o que faz com muita dedicação e empenho tanto na área profissional como no terceiro setor. Ela tem se tornado uma defensora de causas “nobres”. Há 14 anos “batalha” em prol do produtor de cana.

“É bastante gratificante participar da profissionalização e capacitação do produtor e constatar que ele consegue ter uma gestão muito assertiva quando aprende a gerenciar a sua propriedade, independentemente do tamanho (pequena, média ou grande)”, afirma.

Na gerência de projetos e sustentabilidade da Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba (Socicana), Cristiane de coordena em torno de quinze projetos voltados aos produtores. Ela teve também participação bastante ativa, há quase quatro anos, na elaboração do planejamento estratégico da associação, principalmente na área de projetos.

Antes de enfrentar os desafios na Socicana, ela trabalhou na Usina Santa Adélia durante dez anos, onde atuou como gerente de planejamento estratégico e relacionamento, na área de fornecedores de cana. “Estruturei esse setor na usina, incluindo atendimento, pagamentos. Fiz a implementação de todos os processos internos e comecei a desenvolver alguns projetos com produtor de cana”, resume.

Formada em Administração pela PUC Campinas, ela fez três especializações: agronegócios na Universidade Federal de Viçosa (UFV); gerenciamento de marketing pelo INPG e gerenciamento de projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Em paralelo a sua trajetória acadêmica e profissional, Cristiane sempre esteve envolvida em trabalhos ligados ao chamado terceiro setor. “A participação em projetos de ação social já está no meu DNA”, costuma dizer. O pai dela, que faleceu em março do ano passado, foi diretor de diversas Organizações não Governamentais (ONGs), com atuação na área social. Sem ocupar cargos, ela participava das ações dessas entidades.

O último trabalho liderado por José Roberto de Simone, o pai de Cristiane, foi em uma ONG, de Jaboticabal, SP, voltada ao atendimento de crianças expostas a situações de vulnerabilidade social. “Havia a realização de várias atividades, como aulas de futebol, ensino de Inglês, de libras, revitalização de praças para melhor entendimento do ecossistema. A ideia era que as crianças se envolvessem e não ficassem na rua abandonadas. Até março de 2017, eu ajudei nas atividades dessa ONG”, conta.

No final do ano, a gerente de projetos e sustentabilidade retomou o seu trabalho na área social, participando do Resenha F.C, também de Jaboticabal, que desenvolve uma ação para adotar cartinhas da campanha “Papai Noel dos Correios”, que fazem diferentes pedidos durante os festejos natalinos. O Resenha F.C. é um grupo de amigos que se reúne para jogar futebol e também para realizar alguns trabalhos na área social.

“Retiramos 250 cartas e fomos atrás de doações para o atendimento dos pedidos, que incluíam cestas básicas, brinquedos. Teve uma carta de uma família de cinco pessoas que o pedido era pão, presunto e queijo para passar o Natal, pois não tinham o que comer”, diz, emocionada.

A partir de doações, o grupo atendeu, no dia 23 de dezembro, as 250 cartas. “Fomos com uma banda tocando e chegávamos nas casas e entregávamos os pedidos. Aquilo foi muito marcante. A alegria das pessoas ‘paga’ tudo”, comenta.

Veja matéria completa na editoria Elas fazem a diferença, edição 52 da revista Digital CanaOnline. No site www.canaonline.com.br você pode visualizar as edições da revista ou baixar grátis o pdf.
Mas se quiser ver a edição com muito mais interatividade ou tê-la à disposição no celular, baixe GRÁTIS o aplicativo CanaOnline para tablets e smartphones - Android ou IOS.

Fonte: CanaOnline

  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • CAPTCHA Image
    Refresh Image