Dinamismo e dedicação unem a presidente e a gerente

Dinamismo e dedicação unem a presidente e a gerente
“Quando você quer, você consegue tempo na sua agenda. O terceiro setor traz algo que mexe com o coração”, diz Fernanda

Fernanda Teixeira desempenha, com sucesso, papéis diferentes no mundo corporativo e no terceiro setor

Renato Anselmi

A dedicação e o esforço da gerente de Comunicação da FMC AgriculturalSolutions, Fernanda Teixeira, em conciliar a seu lado profissional com a atividade no terceiro setor tem sido bastante gratificante. No corre-corre do dia a dia, sempre enfrentando novos desafios, ela tem motivos para comemorar, por exemplo, os resultados decorrentes da reabertura, em março do ano passado, da Associação Cultural, Educacional, Social e Assistencial Capuava (Acesa Capuava), de Valinhos, SP. Essa entidade filantrópica é voltada ao atendimento de crianças, jovens e adultos com deficiência, principalmente com autismo.

Fernanda Teixeira teve papel fundamental na retomada do funcionamento da Acesa Capuava, tornando-se inclusive a presidente da entidade em sua nova fase. Essa associação, que chegou a atender quase cem pessoas ao mesmo tempo, tinha sido fechada por falta de verba no final de 2015, devido ao encerramento de um convênio por parte da Prefeitura de Valinhos. Com isto, algumas crianças ficaram sem atendimento; outras foram transferidas para um serviço com uma carga horária menor do que era oferecida pela Acesa.

O trabalho da entidade era importante para todos, inclusive para Fernanda. O irmão dela, João Luiz, de 37 anos, com autismo, estava entre os que ficaram sem atendimento. “A primeira coisa que eu fiz foi buscar um lugar para ele”, conta. Mas, só havia fila de espera. Mesmo assim, Fernanda percebeu que o trabalho realizado pela Acesa era diferenciado. “Quando se trabalha com pessoa com deficiência, existe algo além da atuação técnica. Tem que ter uma paciência a mais, um carinho a mais, um amor a mais em tudo o que é feito para as pessoas”, comenta.

O envolvimento de sete funcionários no projeto de retomada foi fundamental para que a Acesa voltasse a funcionar. “Havia um espaço de 1000 metros quadrados, que tinha sido construído para atender pessoas com deficiência, com piscina, sala de fisioterapia, salas de música, brinquedoteca, toda uma área preparada” – detalha.

Veja matéria completa na editoria Cana Substantivo Feminino, na edição 47 da revista Digital CanaOnline. No site www.canaonline.com.br você pode visualizar as edições da revista ou baixar grátis o pdf.
Mas se quiser ver a edição com muito mais interatividade ou tê-la à disposição no celular, baixe GRÁTIS o aplicativo CanaOnline para tablets e smartphones - Android ou IOS.

Fonte: CanaOnline

  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • CAPTCHA Image
    Refresh Image