Há 17 anos a Fundação Raízen possibilita novos caminhos àqueles que atende

Há 17 anos a Fundação Raízen possibilita novos caminhos àqueles que atende

“Não temos o poder de transformar a vida de ninguém, mas sim abrir o olhar para o horizonte e trazer oportunidades”, diz Lúcia

Durante sua participação no #CanaSubstantivoFeminino Lúcia Teles, gerente de Responsabilidade Social da Raízen, destacou o trabalho feito pela Fundação Raízen, entidade criada há 17 anos inicialmente com perfil assistencialista, mas que se transformou com o tempo, possibilitando novos caminhos para aqueles que atende. “Não temos o poder de transformar a vida de ninguém, mas sim abrir o olhar para o horizonte e trazer oportunidades, pois falta referência para esses jovens”, comentou a profissional.

Lúcia foi debatedora no VII Encontro Cana Substantivo Feminino, evento em homenagem às mulheres do setor, que aconteceu na última quinta-feira (22) em Ribeirão Preto, SP. Ela participou do painel:
A cana transforma vidas
O depoimento de mulheres que atuam no setor sucroenergético e desenvolvem ações e projetos que transformam para melhor a vida de muitos. E o depoimento de mulheres em que o setor transformou suas vidas

Dorothea Soule, Diretora Comercial da Biosev
Lídia Cabreira Toledo - Multiplicadora de Treinamento da Atvos - Polo Santa Luzia, MS;
Lucia Teles - Gerente Responsabilidade Social da Raízen;
Rosmarli Guerra - Supervisora de Eventos e Comunicação da Usina Estiva. Novo Horizonte, SP;
Rosana Zumstein, DiretoraAdministrativa eFinanceira da Telog/TransEspecialista e Diretora-Financeira do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE-Br);
RubianZillmer - Coordenadora de Pessoas e Organização da Atvos - Polo Santa Luzia, MS;
Vanilza Gonçalves Barbosa Gomes–Motorista de Rodotrem na Biosev, Unidade Santa Eliza, Sertãozinho, SP.

Fonte: CanaOnline

  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • CAPTCHA Image
    Refresh Image